Entenda de uma vez por todas a diferença entre seguro auto e proteção veicular

Entenda de uma vez por todas a diferença entre seguro auto e proteção veicular

O mercado é algo totalmente adaptável e resiliente. Diante de qualquer contexto busca maneiras de estender seus ramos e absorver o máximo de pessoas possíveis para dentro de sua dinâmica. Isso significa que, por mais que hajam crises, que o poder aquisitivo das pessoas diminuam, o mercado não tenciona perder alcance e sempre encontra formas de não perder contingente.

Alguns setores mais conservadores do mercado acabam se tornando muito rígidos e engessados e perdem a capacidade de absorção de clientes pois não conseguem reduzir o valor de suas ofertas de modo a torná-las acessíveis à procura de quem perdeu poder aquisitivo.

Neste contexto, surgem as Associações de Proteção Veicular como um movimento do mercado, baseado em economia solidária e terceiro setor, para dar cobertura ao patrimônio de quem não tem condições de pagar um Seguro Auto.

É muito importante compreender que Proteção Veicular e Seguro Auto não são a mesma coisa e que, apesar da grande semelhança no resultado final do serviço, atuam de forma e em nichos de mercado diferentes que, juntos, oferecem tranquilidade para um maior número de pessoas.

Para auxiliar nessa importante diferenciação vamos listar e destacar alguns pontos que vão esclarecer de uma vez por todas a diferença entre Associações de Proteção Veicular e Seguradoras de Automóveis. Acompanhe.

O que são associações de proteção veicular?

São organizações sem fins-lucrativos que têm a existência amparada pela Constituição Federal e pelo Código Civil brasileiro. Sua atividade, em linhas gerais, é reunir pessoas interessadas em colaborar com um fundo que servirá à proteção do patrimônio de todos os associados. Este fundo servirá tanto para oferecer serviços quanto indenizações para os associados em caso de necessidade.

O que é seguro auto?

Seguro auto é um dos serviços oferecidos pelas seguradoras, ou corretoras de seguros. Atuam como empresas privadas de fins lucrativos que se responsabilizam pelo seu patrimônio automotivo mediante análise de uma série de fatores, o pagamento de um prêmio e de uma franquia para ter acesso aos benefícios no caso de algumas ocorrências. As empresas de seguro funcionam de acordo com legislação própria e órgãos reguladores ligados ao governo.

Quais as diferenças na adesão?

Uma das grandes diferenças entre seguro e proteção se encontra no processo de adesão ao serviço. Para aderir a uma proteção veicular é necessário apenas fazer uma inspeção do automóvel, pagar uma taxa de adesão e assinar um contrato de responsabilidade para que a proteção entre em vigência. Em geral esse processo é rápido e pouco burocrático.

Para aderir a um seguro de automóveis o processo é um pouco mais complexo. Além da inspeção veicular, o interessado deve preencher um longo questionário que servirá para traçar o perfil do proprietário. Em geral, o seguro só cobre sinistros em que o veículo estivesse sendo conduzido pelo segurado ou por pessoa devidamente cadastrada como condutor.

Com todas essas informações sobre o veículo e o segurado em mãos, a seguradora decidirá pela liberação ou não da apólice. Sendo liberada e assinada, o carro estará coberto a partir do pagamento da primeira parcela.

O que define os preços pagos no seguro e na proteção?

Aqui reside outra diferença gritante que muitas vezes é determinante para a escolha da proteção e a desistência do seguro auto: valores.

Todas as burocracias relatadas acima, em relação à adesão ao seguro auto possuem uma finalidade muito importante: traçar um perfil completo acerca do segurado e do veículo para daí retirar elementos que serão agregados ao valor final de acordo com o risco que representem.

Dado isso, o preço final do seu prêmio dependerá de algumas variáveis, como por exemplo: o gênero e a idade do proprietário (homens e indivíduos mais jovens pagam mais caro), a localidade onde o segurado vive e as condições de estacionamento do carro, os hábitos de vida do proprietário e a finalidade de uso do carro, dentre muitas outras coisas.

A definição de preços na proteção veicular também acontece de forma muito simples: através do valor do carro segundo a tabela Fipe.

Os valores do seguro auto são por período de vigência, e podem ser parcelados em parcelas fixas ou pagos de uma vez. Os valores da proteção veicular são pagos em mensalidades, normalmente menores que a de um seguro, mas podem ocorrer variações no valor dessas mensalidades caso o número de sinistros em determinado período supere o valor reservado no fundo de proteção.

Como dissemos anteriormente, a despeito das diferenças entre proteção veicular e seguro (que esperamos ter esclarecido), as coberturas e serviços de assistência oferecidos ao segurado ou associado são praticamente os mesmos e podem variar de plano para plano e de empresa para empresa.

Uma vantagem das seguradoras é o aporte organizacional que a maioria dessas empresas possuem, portanto, se a sua escolha for por uma associação de proteção veicular, certifique-se de encontrar uma que possua boa estrutura, equipe atenciosa e preparada e um contrato bastante detalhado acerca de direitos e deveres da administração e dos associados.

O que achou desse artigo? Se ainda restou alguma dúvida ou deseja acrescentar alguma informação é só deixar um comentário que ficaremos felizes em interagir com você.

Cadastre para receber novidades

loading...