Como funciona o sistema de arrefecimento?

Como funciona o sistema de arrefecimento?

O sistema de arrefecimento é o responsável por manter o carro em uma temperatura ideal de funcionamento, por volta dos 90º celsius. É um trabalho importante, pois as explosões da queima de combustível aquecem muito o motor. Dessa forma, é papel do sistema de arrefecimento manter o propulsor na temperatura certa para que as peças não derretam.

Ele é composto por mangueiras, radiador, ventoinha, bomba d’água, vaso de expansão, válvula termostática e um líquido composto por 50% de água desmineralizada e 50% por aditivo à base de etileno glicol.

Componentes do sistema de arrefecimento

Bomba dágua:

Responsável por fazer o fluido circular por todo o sistema através das mangueiras.

Válvula termostática:

Identifica a temperatura ideal do bloco do motor, abrindo e fechando a passagem do líquido, que é armazenado no vaso de expansão.

Radiador:

Realiza a troca de calor entre o motor e o ar frio de fora do carro, com ajuda do composto de água e aditivo, que não permite que água ferva nem congele.

Ventoinha:

Responsável por ventilar o radiador; faz com que a troca de calor entre o fluido e o ar seja mais rápida.

Sensor de temperatura:

Leva informação da temperatura do motor para o módulo de comando e/ou para o painel.

Como funciona o sistema de arrefecimento?

Com auxílio da bomba, a água resfria a temperatura do motor através da troca de calor realizada pelo contato entre o bloco do motor e a água que passa pelas galerias. O aditivo fará com que ela tenha uma elevação em seu ponto de ebulição ou congelamento, além de ser um líquido anti-cavitação, o que quer dizer que não permite que surjam bolhas de ar dentro do sistema.

Quando essa água chega a certa temperatura, ela é resfriada por meio da troca de calor entre o ar de fora e pela água que passa pelas aletas do radiador, tudo isso com abertura da válvula termostática. Esse processo acontece através de mangueiras que levam a água até os pontos importantes do sistema.

Quando o sistema de arrefecimento deve ser trocado?

Com exceção do líquido, as peças só devem ser trocadas quando estragarem. Geralmente, o manual do fabricante diz que o fluido deve ser substituído a cada dois anos e meio, independente da forma como o carro é utilizado. É importante tomar cuidado com as mangueiras do sistema, que podem ressecar e se danificarem. Quando isso acontecer, realize uma checagem em todo o sistema, pois algum outro componente pode ter sido afetado também.

Problemas mais frequentes

Os problemas mais comuns são: bomba com defeito, vazamento de água, mangueira com desgaste, radiador quebrado em colisão frontal e reservatório de expansão rachado. De todos esses, o único que pode ser reparado é o radiador. Se algo acontecer com o resto, será necessário trocar.

Se o sistema de arrefecimento apresentar algum defeito, é bom que sejam reparados imediatamente, pois podem causar graves problemas em outros componentes importantes do automóvel. Se ele não funciona corretamente, pode ocorrer um superaquecimento no veículo, o que faz com que o motor ferva. Outro problema que as altas temperaturas do motor podem causar é o derretimento da junta do cabeçote. A troca da peça pode variar entre R$ 2,5 mil e R$ 10 mil.

Cuidados com o sistema de arrefecimento

Para evitar tais problemas, existem diversos cuidados que podem ser tomados. Assim, você mantém o sistema funcionando corretamente. Para começar: não coloque apenas água no reservatório. A mistura de água desmineralizada e aditivo é imprescindível para que não ocorram danos nos componentes.

Verifique semanalmente o nível do líquido no reservatório. Se ele estiver muito baixo, é sinal de que há um vazamento. Jamais abra a tampa do componente se o carro estiver ligado ou logo após o funcionamento. Por fim, realize revisões periódicas com um mecânico da sua confiança. Não deixe que seu carro chegue a uma pane por falta de cuidados simples!

Este artigo foi útil para você? Seu feedback é muito importante para nós. Deixe seu comentário, curta, compartilhe e assine a nossa newsletter!

Cadastre para receber novidades